PortugalVideo - Fórum

Temáticas Várias => Mercado de Trabalho Audiovisual / Freelancer's => Tópico iniciado por: José Costa em 17 / Jun / 2010, 13:44

Título: Associativismo vs. egoismo
Enviado por: José Costa em 17 / Jun / 2010, 13:44
Boas.

Colega de profissão e amigo á já bastante tempo, pergunta-me se quero entrar numa compra com ele. Precisando de comprar DVDs de marca e sendo eles em espanha mais baratos que por cá, propôe-me comprar em "associação", pois acima de um determinado valor da compra não era necessário pagar os portes. O valor da minha compra juntamente com o valor da compra dele permiti-a atingir esse valor minimo de encomenda e ficar assim issento dos portes, com a entrega á porta. A compra isoladamente, só a minha ou só a dele, iria obrigar a que tivesse-mos portes a pagar ou então a comprar mais do que precisavamos no momento, para atingir o volume minimo.

A compra foi feita, os DVDs dois dias depois foram entregues á porta e o preço pago foi metade do preço habitual deles cá em Portugal.

------------------------------------------------

Sempre afirmei que o associativismo só trás vantagens. Muitas vantagens! E quanto maior esse associativismo, maior a vantagens agregadas. Mas infelizmente, a maioria de nós continua de costas viradas uns para os outros. Temos um mundo em transformação em que os negócios já não são mais de nivel local mas sim mundial, mas continuamos a não querer mudar os nosso métodos, muito por fruto do medo, egoismo e da falta de visão. Vemos os colegas de profissão como inimigos mortais, a quem devemos complicar a vida para assim estarmos a frente deles, mas não vimos que estamos a ser inimigos de nós próprios e a complicar a vida a nós mesmos. As nossas dificuldades são as dificuldades dos outros, e ão nos ajudar-mos mutuamente estamos a progredir numa profissão que se devia querer coesa.

Choramos muito mas agimos muito pouco. E diáriamente pagámos a nossa estagnação.

E você, move-se ou também luta contra a mudança?

Boas.
Título: Re:Associativismo vs. egoismo
Enviado por: Licínio Castro em 17 / Jun / 2010, 23:31
Citar
E você, move-se ou também luta contra a mudança?


Estou plenamente de acordo contigo, José Costa, mas acredita, neste momento e depois de tudo a que tenho assistido, confesso que estou cansado de "me mover tanto".
De momento encontro-me em fase de descanso e meditação...é que ainda não desisti, mas...
Sempre defendi a união da classe, no entanto chego à triste conclusão que o egoismo e a singularidade tem falado mais alto.
Exemplo, temos os que aqui caem de paraquedas a pedir ajuda, mas na volta nem um obrigado, quanto mais uma retribuição para o forum, aliás, por vezes nem sabem pedir, do genero " ei people vou comprar uma máquina nova, façam lá as vossas pesquisas e depois digam qualquer coisa ao JE, tá-se bem".



Um abraço!
Título: Re:Associativismo vs. egoismo
Enviado por: José Costa em 18 / Jun / 2010, 05:39
Boas.
O exemplo por ti dado não deixa de ter uma grande dose de razão, pelo que compete a cada um avaliar até que ponto vale a pena responder ou se quer responder. De qualquer das formas, sou da opinião que as mudanças faz-se fazendo, e não com declaraçôes de boas intençôes. Essas costumam ter os politicos portugueses (e se calhar os do mundo inteiro), mas na primeira oportunidade tratam de lixar um gaijo. É por isso que quando morrer gostaria de encarnar num bombista suicida, para fazer uma visita á Assembleia da Republica. E logo eu que não sou de extremismos nem fanático. Mas que querem, á coisas que também me passam pela cabeça. Mas a culpa também não é dos politicos, é das pessoas que os colocam lá. Sempre a serem enganados, mas sempre felizes com as bandeirinhas. Mas não liguem, é a hora tardia que me leva a dizer estas verdades... opsss, enganei-me! Queria dizer estas verd...  disparates! Boas.
Título: Re:Associativismo vs. egoismo
Enviado por: RAluai em 24 / Set / 2010, 17:55
Boas,

Concordo plenamente com o que ja foi aqui dito.
Eu também já mandei vir umas cassete DVCAM de Espanha com um amigo quase por metade do preço na quantidade. Acho que nos devíamos juntar.