PortugalVideo - Fórum

Produção Video => Produção Video - Geral => Tópico iniciado por: José Costa em 09 / Jun / 2013, 03:07

Título: Antes o 3D. Agora o 4K. Será?
Enviado por: José Costa em 09 / Jun / 2013, 03:07
Boas.
TVs 4K, câmeras 4K, Projectores 4K, NLE 4K, ... o 4K está por todo o lado. Mas depois do fiasco do 3D, será que não vem aí um outro igual?

Os conteúdos na TV ainda são maioritáriamente em SD, e os que em HD passam na TV por cabo, são largamente comprimidos.

Então, qual a razão do 4K? Simples: os fabricantes de TV precisam de uma desculpa para nos vender uma nova televisão. Foi assim com o HD, com o 3D e o 4K não é diferente. Elas já aí estão por cerca de 1500 dolares. Boas.
Título: Re: Antes o 3D. Agora o 4K. Será?
Enviado por: frsaulo em 11 / Jun / 2013, 12:16
O interessante talvez seja o uso para capturar detalhes de eventos esportivos...vejam este link sobre o uso de câmeras 4k em transmissões da Copa das Confederações: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2013/06/transmissao-da-copa-das-confederacoes-vai-usar-cameras-4k.html

 :-k
Título: Re: Antes o 3D. Agora o 4K. Será?
Enviado por: Filipe Araújo em 12 / Jun / 2013, 13:03
 Boas,


 no geral concordo com o José Costa, no entanto há uma vantagem no 4k que não está a ser equacionada, ou seja, a capacidade de crop sobre a imagem associada ao motion track e Warp Stabilizer no Premiere Pro CS6.

 Filipe Araújo.
Título: Re: Antes o 3D. Agora o 4K. Será?
Enviado por: José Costa em 12 / Jun / 2013, 13:13
Boas.
Creio que já num outro tópico falei do assunto do crop, mas existe um individuo que está a utilizar uma câmera 4k e com a mesma imagem obtem um plano geral e outro de pormenor, recorrendo a um zoom digital na pós-produção. O producto final é, como não poderia deixar de ser, em HD 1920. Afirma ele que não existe degradação visivel na imagem. Boas.
Título: Re: Antes o 3D. Agora o 4K. Será?
Enviado por: Mário J.R. Matos em 15 / Jun / 2013, 11:00
Concordo com alguns pontos referidos, sem dúvida.

No mercado do consumidor final dificilmente o 4K terá sucesso, especialmente em países como Portugal onde as pessoas nem orçamento têm para comprar uma televisão Full-HD e, sinceramente, o tamanho de uma tela 4K não é para qualquer casa…
Nos media a história é a mesma. As empresas não podem estar constantemente a investir em equipamentos para acompanharem as tendências e nem o número de espectadores capazes de usufruírem de tamanhas evoluções tecnológicas justificam tal investimento, por isso, também nos meios de comunicação audiovisuais (excepto cinema, naturalmente) o 4K não irá chegar e caso isso aconteça será meramente para efeitos de pós-produção ou eventos pontuais e nunca como standard da indústria.
Já para os profissionais do audiovisual, entenda-se, aqueles cujo trabalho é entregue pronto para a distribuição, como se poderia considerar o formato nos media para fins de edição, a história é bem diferente. Com uma câmara capaz de gravar em 4K para entrega de um produto final em 1080p/i(TV) quem passaria a oportunidade se houver orçamento para a aquisição? Um equipamento que numa só captação pode dar uma dinâmica de imagem quatro vezes superior ao quadro final?

Sinceramente julgo que esta é a realidade do 4K… mas tudo dependerá de cada profissional, preços de venda dos equipamentos e montante que o cliente está disposto a pagar, embora nos últimos várias surpresas agradáveis têm sido reveladas no que diz respeito a câmaras 4K (por exemplo, BMPC4) e eu estou rendido… tenho utilizado as RED (principalmente a SCARLET-X) e numa rodagem recente de um videoclip de heavy metal com três destas belezas a captarem 4K RAW, o resultado foi um electrizante vídeo que seria impossível eu ter conseguido há alguns anos atrás com a "facilidade" e orçamento de que tirei partido.
Consequências? Vou esperar para ver a qualidade/preço das opções 4K no mercado e lá para o fim do próximo ano ou pouco depois irei investir numa delas (talvez duas, dependendo dos valores e estado das finanças) para oferecer uma maior flexibilidade aos meus clientes e a mim próprio.