www.grupeer.com

Olá, Visitante. Por favor Entre ou registe-se se ainda não for membro.
Perdeu o seu e-mail de activação?
20 / Jul / 2019, 23:11

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão


www.grupeer.com



Membros
Estatisticas
  • Total de Mensagens: 18161
  • Total de Tópicos: 3963
  • Online Hoje: 155
  • Online Total: 346
  • (09 / Mai / 2019, 12:25)
Utilizadores Online
Membros: 0
Visitantes: 119
Total: 119
119 Visitantes, 0 Membros

Autor [EN] [ES] [IT] [DE] [FR] [NL] [RU] Tópico: Iluminador para HVR-HD1000E  (Lida 24095 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Offline Licínio Castro

  • Já disse um milhão de vezes que não sou exagerado!
  • Efectivo
  • *
  • Mensagens: 357
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #15 em: 29 / Mai / 2008, 09:48 »
Olá Mário, isto é assim: o ideal e mais barato é passar no LIDL e comprar um daqueles projectores que se utilizam nas obras com lampadas de halogeneo de 300w a 1000w e só custa 30 euros ( e têm um aspecto até muito interessante).
.
Reparei que lhe propuseram na  Sony o IDX-3Lite, pois esse iluminador com o adaptador fica pelo mesmo preço que o HVL-LBP da Sony, e este é muito mais eficiente.
Outra solução menos practica é utilizar os iluminadores com lampadas de halogeneo com o respectivo inconveniente das baterias de chumbo.

Como opção não menos interessante e a mais económica, tem o iluminador SONY
HVL-20DW2 e que com 2 baterias compradas na "www.bateriasdigitales.com" a 48 euros cada uma (equivalente ás NP-F960) tem luz para muitas horas.

Dentro dos iluminadores portáteis, não conheço soluções melhores.

Um abraço
Um dia destes troco a edição pela agricultura...

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #16 em: 29 / Mai / 2008, 19:10 »
Boas.
Eu não quero ser do contra, apenas por ser. Mas á aqui qualquer coisa que não está a bater certo. Para quem já trabalhou com a câmera Sony HVR-HD100 (ou fez umas imagens com ela, não sei) como o Licinio afirma num outro tópico, o conselho do projector HVL-20DW2 não faz qualquer sentido. Estamos a falar de um projector que tem 20watts no máximo (2 lampadas de 10watts cada) e se algo em torno dos 35-40 watts é pouco para a câmera em questão, o que dizer de 20watts.

Mais ainda, 20watts com uma Sony DSR-370 de pouco ou nada serve, a não ser para indicar que está ali uma câmera. E havendo uma distância tão grande entre a DSR-370 e a HVR-HD1000 (a nivel de sensibilidade), as conclusôes são faceis de tirar.

Mais sentido faria os tais projectores de 300 ou 1000watts, não fosse o facto de juntamente com eles ter que transportar ás costas o necessário gerador electrico  \:D/

Como muitas vezes digo, na net encontra-se muita informação. Mas não raras as vezes encontra-se contra-informação. E é preciso ter cuidado com ela. Acreditar piamente naquilo que um User escreve pode ser perigoso. Pode levar-nos a compras das quais mais tarde nos arrependemos. E as minhas opiniôes não estão livres deste raciocinio. Opinião não significa contrato, e não havendo contrato, não á responsabilidade.

E enquanto os Xenon do Mário Rui conseguirei irem a todo o lado, pode sempre resolver uns galhos. Já por várias vezes me socorri do mesmo estratagema nos serviços de TT (Todo-o-Terreno). Mas convenhamos, deve ser dificil ir a todo o lado com um carro (e não me estou a referir a um de brincar  [-X ).

Só só mais 5 cêntimos (espero que o autor não me venha pedir direitos).
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

PortugalVideo - Fórum

Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #16 em: 29 / Mai / 2008, 19:10 »
www.grupeer.com


Offline Licínio Castro

  • Já disse um milhão de vezes que não sou exagerado!
  • Efectivo
  • *
  • Mensagens: 357
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #17 em: 29 / Mai / 2008, 19:52 »
Citar
Eu não quero ser do contra, apenas por ser.
. Acreditar piamente naquilo que um User escreve pode ser perigoso. Pode levar-nos a compras das quais mais tarde nos arrependemos.

 :-k :-k :-k

Eu tenho uma HD1000E para informação, e conforme já escrevi num outro tópico,
esta máquina necessita realmente de luz para ter um bom desempenho, agora para quem não quer gastar muito em iluminação, para quem necessita de portabilidade os iluminadores que mencionei vão chegando, agora o problema desta máquina é que com fundos negros, tais como a noite, pouco interessa um iluminador de 100w ou de 500w, tudo o que seja negro vai apresentar grão.
As experiências que realizei estão descritas num outro tópico sobre as primeiras impressões sobre a máquina nas quais descrevo resultados com o iluminador de 20w, não vejo aqui qualquer contradição naquilo que escrevi.

Estamos a falar de uma máquina que pessoalmente só a utilizaria num casamento em caso de emergência, no entanto eu também descrevi pontos positivos sobre a mesma.

Eu geralmente quando escrevo ou é para pedir opiniões ou para dar algum conselho e neste caso quando escrevo é com base na minha experiência e nunca com más intenções.

Se quem tem esta máquina vai estar á espera de resultados milagrosos em interiores com muito pouca luz e com fundos escuros ,esqueça, pois não há iluminadores (portateis  que resolvam a 100%).

Informo também que realizei testes comparativos com:
1 - iluminador IDX-3 LITE
1- Iluminador HVL-20DW2
1-Iluminador de Leds Sony HVL-LBP
1 Iluminador de halogeneo com 50w.

O melhor resultado foi com o HVL-LBP (leds), seguido por o tal de apenas 20w, é curioso não é?
Para mim o pior foi o IDX pois obriga á utilização de filtro interior, o qual faz perder bastante luz, se não utilizar o filtro a imagem fica extremamente fria (azulada).


Um abraço e bons trabalhos.
« Última modificação: 30 / Mai / 2008, 04:45 por A. Caneira »
Um dia destes troco a edição pela agricultura...

Offline Pedro Rocha

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1,598
  • Sony Software Trainer & ICE
    • MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #18 em: 07 / Jun / 2008, 10:42 »
Olá Licínio,

Por acaso estou em vias de comprar um HVL-LBP da Sony, o que achas-te da sua performance? Bem, vejo muitas vantagens nele, mais que não seja utiliza as mesmas baterias tipo L da Sony usadas nas cameras Z1E, FX1 e afins...

Vi-o uma vez numa feira, mas o stand estava todo iluminado, por isso esquece não serviu de teste para os meus propósitos.

Fala-me sobre ele sucintamente e em que condições os experimentaste?
MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Facebook - Movimagem

Offline Licínio Castro

  • Já disse um milhão de vezes que não sou exagerado!
  • Efectivo
  • *
  • Mensagens: 357
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #19 em: 07 / Jun / 2008, 23:26 »
Olá Pedro,  neste momento é o iluminador que utilizo com a FX1, e posso dizer que obtenho melhores resultados que o IDX.
Tenho utilizado o iluminador em casamentos e outros eventos, inclusive quando se parte o bolo dos noivos á noite e os resultados são excelentes além disso o consumo é mesmo muito baixo, com uma bateria equivalente á NP-F970 tenho power para todo o evento e ainda sobra bastante.
O regulador de intensidade também é um must.
Compra é um bom investimento.
Nota: como unico senão, só mesmo o peso na frente da máquina.
Um dia destes troco a edição pela agricultura...

Offline Pedro Rocha

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1,598
  • Sony Software Trainer & ICE
    • MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #20 em: 23 / Jun / 2008, 23:34 »
Esta conversa está um pouco desfasada, mas é tempo que tenho. Pois ainda não o comprei (o HVL-LBP), vi um teste sobre esse iluminador que relata deixar as imagens muito azuladas por ter uma temperatura de cor perto 5600ºK. Tendo em conta que a sua utilização é principalmente em ambientes interiores onde predominam luzes à volta dos 3200ºK. Daí surge a minha questão, tens tido muito trabalho na correcção de cor ou solucionas o problema na fonte com Full CTO no iluminador apesar da perca de alguma intensidade luminosa?
MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Facebook - Movimagem

Offline Ricardo Teixeira

  • Regular
  • *
  • Mensagens: 56
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #21 em: 25 / Jul / 2008, 23:45 »
Bem,para o iluminador que pretendo comprar (IDX X3) parece que há poucos fãs :-D. Agora já tenho dúvidas na minha opção. #-o

Offline Mário Rui

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 680
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #22 em: 26 / Jul / 2008, 00:51 »
Olá Ricardo Teixeira,

Efectivamente, parece mesmo que o IDX X3 não recolhe opiniões muito favoráveis. Fãs do HVL-LBP da Sony estão os brasileiros, pelo que tenho lido num fórum deles http://www.videobr.pro.br/forum/viewtopic.php?f=18&t=7902&st=0&sk=t&sd=a&start=30. O Licínio Castro foi muito convincente no relato dos testes que realizou com alguns iluminadores e elegeu o HVL-LBP. O José Costa e o A. Caneira parecem não estar muito de acordo.

Como em qualquer equipamento, há sempre diversas opiniões. Todas as opiniões que foram expressas neste tópico são, em minha opinião, positivas e fundamentadas. Depois, cada um deve tirar as conclusões em função das suas necessidades e objectivos (para não falar, também, em função da sua carteira). Foi o que aconteceu comigo e muito agradecido fiquei pelas opiniões de todos os que participaram neste tópico. Espero que para si também tenha sido esclarecedor.

PS: Recordo que esta "discussão" era em função de o iluminador vir a ser utilizado numa Sony HVR-HD 1000E
« Última modificação: 28 / Jul / 2008, 17:46 por Pedro Rocha »

Offline Pedro Rocha

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1,598
  • Sony Software Trainer & ICE
    • MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #23 em: 28 / Jul / 2008, 17:40 »
Bem,para o iluminador que pretendo comprar (IDX X3) parece que há poucos fãs :-D. Agora já tenho dúvidas na minha opção. #-o
Não tem de ter dúvidas. Para mim a principal razão para escolher o iluminador Sony em relação a outros da mesma categoria, seria pelo facto de usar as mesmas baterias NP-F que as camcorders usam. Para quem está no "terreno" e no meu caso em particular isso é uma grande vantagem, tendo em conta que possuo 7 da série NP-F9XX e 5 da série NP-F7XX. A desvantagem é só a questão de estar calibrada para 5600ºK ao aplicar um Full CTO vai de certeza cortar intensidade luminosa, ainda estou à espera da resposta do Licínio Castro nesta questão, visto ele ter um Sony HVL-LBP

...colocação desse filtro reduz em mais de metade a intensidade luminosa do Iluminador...
É assim tanto?, mais de metade?!

O José Costa e o A. Caneira parecem não estar muito de acordo.
Eles não estão de acordo para a camcorder em questão (HVR-HD1000E), que pelos vistos talvez precisaria de algo mais potente.

Eu acho que estas coisas só podem ser testadas no terreno e em situações reais, mas é sabido que a HD1000E tem ainda menos sensibilidade à luz que a Z1E e eu em muitas situações vejo-me obrigado a colocar 12dB, nem quero imaginar como será na HD1000E. Mas vejam a camcorder fui idealizada para um tipo de mercado e para um acesso fácil à alta definição, portanto pelo preço não se pode pedir muito.
MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Facebook - Movimagem

PortugalVideo - Fórum

Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #23 em: 28 / Jul / 2008, 17:40 »
www.grupeer.com


Offline AC

  • Sup. Téc. Fórum
  • *
  • Mensagens: 2,289
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #24 em: 29 / Jul / 2008, 00:47 »
Citar
Citação de: A. Caneira em 17 / Mai / 2008, 02:24
...colocação desse filtro reduz em mais de metade a intensidade luminosa do Iluminador...

É assim tanto?, mais de metade?!

Tens razão, não é assim tanto, já rectifiquei o respectivo post. A aplicação do filtro implica um aumento do diafragma em 2/3 (redução do numero F stop), consequentemente a redução da intensidade luminosa é tambem de 2/3. Isto considerando uma correcção de 5500ºK para 3200ºK.
As minhas desculpas pelo erro, obrigado Pedro pela chamada de atenção
A quem não quer ver, nem a mais intensa luz ilumina!

Offline Mário Rui

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 680
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #25 em: 30 / Jul / 2008, 20:01 »

Bom dia, boa tarde ou boa noite (conforme a hora e o local em que me estiverem a ler),

Em Agosto, vou aproveitar o tempo de férias e a luminosidade de Verão, para fazer um documentário amador na Andaluzia (Carmona, Córdoba, Granada e Sevilha). Como ainda não tinha microfone de lapela e preciso de um para o referido documentário, passei hoje na Avitel para o comprar (Audio-Techenica). Atendimento atencioso e profissional qb – conversa puxa conversa – e estavamos a falar de iluminadores. Para quem tem seguido a saga deste tópico, informo que ainda não adquiri nenhum, tenho estado inclinado para o HVL-LBP da Sony http://www.gaia.hu/sonybroadcast/lampa/sony_hvl_lbp_broch.pdf  mas como ainda não precisei de iluminador, fiquei em standby em relação ao assunto. Na Avitel mostraram-me uma novidade da Lite Panels http://www.s131567196.onlinehome.us/misc/LPMicroLR.pdf , aparentemente com caracteristicas semelhantes ao da Sony, também de leds, e fica por quase metade do preço. Aqui chegado e encurtando razões, pedia, mais uma vez, a gentileza de opiniões com uma breve sintese comparativa entre estes dois iluminadores. Desde já os meus agradecimentos.

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #26 em: 31 / Jul / 2008, 00:14 »
Boas.
No Post do Pedro Rocha e do A. Caneira á uma contradição qualquer.
Inicialmente o A. Caneira afirmou que um filtro full CTO reduz em mais de metade a intensidade luminosa. Posteriormente afirmou que não era tanto assim, após a questão do Pedro Rocha. Que a intensidade luminosa é reduzida em 2/3. Ora a contradição reside aqui.

Para eu mais fácilmente conseguir expôr o meu raciocinio, vamos por partes e vamos atribuir numeros.
Se eu tenho uma determinada quantidade de luz, vamos lhe atribuir o valor 100, e se reduzo em metade essa quantidade (1/2 ou 2/4, como preferirem), passo a ter o valor 50 (metade de 100). Mas se eu reduzo 2/3, significa que eu estou a reduzir duas partes em três, ou seja, cerca de 66%. Pelo que, e por este raciocinio, se reduzo 2/3 significa que reduzi em mais  de metade a intensidade luminosa. Pelo que passo a ter um valor luminoso na casa dos 33 (66 + 33= 99, arredondados para os 100).

Vejamos agora pelo lado do diafragma. Um filtro Full CTO obriga a uma redução de 2/3 do nº F stop. Sabendo que a redução de 1 nº F stop signfica a entrada do dobro da luz, passamos a ter 200 de intensidade luminosa no sensor da câmera. 100 (o valor inicial) mais outros 100 (o dobro da luz), o que perfaz os 200. Mas como a redução não é de 1 nº F stop, mas sim de 2/3, temos um pouco menos na intensidade, o que neste caso corresponde a cerca de 66 em vez dos 100. 100 + 66=166. Como o filtro "come" 2/3 da intensidade luminosa, estes 66 são eliminados, pelo que o sensor continua a receber o valor 100, não esquecendo que o nº F teve que ser reduzido em 2/3 para se obter a mesma intensidade luminosa.

Não sei se fui muito explicito a explicar isto, vocês o dirão. Mas acredito que seja um pouco complicado.

Pelo exposto, um filtro Full CTO reduz em mais de metade a intensidade luminosa, mais concretamente cerca de 66%, tornando a frase inicial do A. Caneira como a correcta. Ou estarei eu errádo?

Quanto á última questão do Mário Rui, porque é que os links que coloca nunca funcionam? È sempre colocado antes um ftp:. Pelo menos, no meu computador não funciona. Tenho de editar o link manualmente.

Sobre o novo iluminador, mantenho o que já referi antes sobre a questão da intensidade luminosa. Aliás, não é dada qualquer referencia sobre a potencia equivalente, nem a distância a que foi captada a imagem mostrada no PDF (a da moça), nem tão pouco a sensibilidade da câmera. Entre um e outro, venho o Diábo e escolha. A não ser que o objectivo seja só mesmo a de iluminar meio metro á frente da câmera.

E já agora, aproveito para informar que a revista "Videomaker" de Agosto 2008 trás um teste a este iluminador (o da Litepanels). Boas.
« Última modificação: 31 / Jul / 2008, 18:22 por Jose Costa »
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

Offline Pedro Rocha

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1,598
  • Sony Software Trainer & ICE
    • MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #27 em: 01 / Ago / 2008, 10:41 »
Para mim os 2/3 de corte num f/ stop de intensidade luminosa significa o seguinte:

A camcorder Z1E usa uma escala de f/ stops de 1/4, - f/1.6, f/1.7, f/1.8, f/2, f/2.2, f/2.4, f/2.6, f/2.8, f/3.1, f/3.4, f/3.7,f/4, f/4.4, f/4.8, f/5.2, f/5.6, f/6.2, f/6.8, f/7.3, f/8, f/8.7, f/9.6, f/10, f/11.

Imaginemos que estou a usar o Sony HVL-LBP para iluminar um determinado objecto em que nesse mesmo espaço também existem luzes incandescentes com uma temperatura aproximada de 2800Kº que se misturam com 5600Kº do iluminador HVL-LBP. Neste momento registo no diafragma de f/5.6, para equilibrar a temperatura de cor aplico um Full CTO no iluminador e segundo o que fui dito este tópico, este corta 2/3 de um f/ stop, como a Z1E usa uma escala de f/ stops de 1/4 logo não existe um f/ stop correspondente, mas aplica-se o mais próximo, que neste caso seria o f/4.4.

Para a camcorder em questão a aplicação de um Full CTO reduziria de um f/5.6 para os f/4.4.

Como cheguei a este valor:

- 1 f/ stop representa do f/4 a f/5.6, subtraindo resulta numa diferença de 1.6
- 2/3 de 1.6 = 1.07
- f/5.6 - 1.07 = 4.53
- como este f/ stop não existe na escala é usado o mais aproximado = f/4.4

Pergunto aos iluminadores e directores de fotografia, está o meu raciocínio correcto?

MOVIMAGEM - Produção e Formação Audiovisual
Facebook - Movimagem

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #28 em: 01 / Ago / 2008, 21:06 »
Boas.
Não sendo eu uma coisa nem outra (iluminador ou director de fotografia), diria que sim, que o teu raciocinio está correcto. E sabendo eu também que por vezes a cabeça nos prega destas partidas, em que a nossa matemática mental nos diz uma coisa mas os factos descritos nos livros nos diz outra, fui dar uma volta num dos catrapaços que por aqui tenho e encontrei o seguinte:
------------
A luminosidade de uma lente depende do seu diâmetro e da sua distância focal. Como estes dois factores variam inversamente um em relação ão outro, quanto maior o diâmetro de uma lente mais luminosa ela é, e quanto maior a sua distância focal menor a luminosidade da mesma.

Uma lente comum fixa (excluindo portanto as Zooms), não pode ter a sua distância focal alterada, mas pode ter o seu diâmetro alterado, através do diafragma. Abrindo-se ou fechando-se o mesmo é possível controlar a luminosidade da lente, daí o termo abertura ser utilizado para medir esta característica da lente. A letra f é utilizada para representar o quociente da relação DF/DL, em que DF é a distância focal a dividir pelo diâmetro da lente.

Estes valores são medidos em milímetros, pelo que um exemplo de abertura para uma determinada lente é f =100mm / 50mm o que resulta no valor f =2. Existe uma convenção herdada da fotografia, pelo que no exemplo dado acima a abertura da lente de distância focal 100mm e de diâmetro 50mm é indicada por f/2.

Para facilitar o uso do diafragma, foram estabelecidos determinados valores-padrão para as suas aberturas numa escala de pontos (f-stops), onde cada ponto corresponde a uma abertura do diafragma que deixa passar metade da luz do ponto antecessor e o dobro da luz do ponto sucessor.

Como a área pela qual passa a luz no diafragma é a de um circulo, uma fórmula matemática relaciona-a com seu diâmetro: a área de um círculo dobra se seu diâmetro for multiplicado pela raiz quadrada de 2 e fica dividida pela metade se o mesmo diâmetro for dividido também pela raiz quadrada de 2.

Conforme visto acima, a abertura de uma lente pode ser representada pelo quociente da distância focal da lente pelo diâmetro da mesma. Considerando-se f = 1 como o valor máximo de abertura da lente (diafragma totalmente aberto), o próximo valor será portanto 1 multiplicado pela raiz quadrada de 2. Como o valor é igual a 1,4142135... , chega-se a 1.4, que é o valor do próximo número f  (f-stop), e que deixa entrar metade da luz em relação a f =1.

Multiplicando-se sucessivamente cada valor de f pela raiz quadrade de 2, tem-se os valores da escala padrão de aberturas:

1.0 - 1.4 - 2  - 2.8 - 4 - 5.6 -  8 - 11 - 16 - 22 - 32

onde, da esquerda para a direita, cada ponto significa metade da luz admitida pela lente em relação ao ponto anterior e vice-versa. A abertura máxima da lente (diafragma totalmente aberto) corresponde ao valor 1.0. No entanto, como as lentes possuem anéis ao seu redor para fixá-las à objetiva e outros elementos internos, as suas aberturas máximas nunca são 1.0 e sim valores um pouco menores do que isto, como 1.2 por exemplo.

Esse valor de abertura máxima varia portanto de lente para lente, porque depende da sua construção, e influi na luminosidade da lente. Assim, para lentes com o mesmo diâmetro e a mesma distância focal (outro factor que influi na luminosidade), uma lente com abertura máxima 1.2 é mais luminosa do que uma lente cuja abertura máxima é 1.8 . Por outro lado, para lentes com diâmetros diferentes e mesma distância focal, ter a mesma abertura máxima não significa que as lentes sejam igualmente luminosas: entre duas lentes com a mesma distância focal e a abertura máxima 1.3, se a primeira tiver diâmetro maior do que a segunda é mais luminosa do que esta. E, ainda, duas lentes com o mesmo diâmetro, a mesma abertura máxima e a mesma distância focal podem diferir (embora pouco) na característica luminosidade, que também depende do material com que as mesmas são confeccionadas.

No segmento semi-profissional, os diâmetros mais comuns são: 34mm, 37mm, 43mm, 46mm, 49mm, 52mm e 72mm.
-------

È por estas e por outras razôes que eu sempre defendi que da troca de ideias e de informaçôes todos beneficiámos. Benefecia o simples User, que não sabendo de estes tecnecismos, sempre fica a saber um pouco mais. Beneficia quem comete o engano (neste caso eu) pois dessa forma tem a oportunidade de rectificar e de eventualmente consultar os "apontamentos" se tiver dúvidas acerca dos Posts (e porque não dizê-lo, acerca dos conhecimentos),  e benefecia quem detecta o erro (neste caso o Pedro Rocha), pois só demonstra estar atento, ajuda a consolidar os seus conhecimentos (os seus e dos outros) e contribui para aumentar o seu mérito, neste caso merecido, junto da comunidade do fórum.

E com esta história toda fiquei meio confuso, pois já não tenho a certeza do que escrevi. Pois se por um lado sigo um caminho, a cabeça está a querer empurrar-me para outro. Haverá por aqui quem ponha alguma "luz" no assunto? Boas.

« Última modificação: 01 / Ago / 2008, 22:22 por Jose Costa »
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

Offline AC

  • Sup. Téc. Fórum
  • *
  • Mensagens: 2,289
Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #29 em: 02 / Ago / 2008, 05:28 »
José Costa, a contradição está no meu ultimo post de resposta ao Pedro Rocha. É que eu em tão poucas palavras consegui dizer uma coisa e seu contrario.
Efectivamente, numa correcção de 5600ºK para 3200ºK, o corte da intensidade luminosa da fonte de luz, devido à aplicação de um filtro Full CTO, é de mais de metade, perde 2/3 da sua intensidade, daí ter de se aumentar a abertura do diafragma em 2/3 de ponto, (diminuir o numero f).
Vou passar a cometer mais gafes destas #-o, pois deu origem a dois excelentes posts: O teu e o do do Pedro.

Muita luz nas vossas vidas!
A quem não quer ver, nem a mais intensa luz ilumina!

PortugalVideo - Fórum

Re: Iluminador para HVR-HD1000E
« Responder #29 em: 02 / Ago / 2008, 05:28 »
www.grupeer.com


 

www.grupeer.com