Olá, Visitante. Por favor Entre ou registe-se se ainda não for membro.
Perdeu o seu e-mail de activação?
25 / Out / 2020, 19:08

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão




Membros
Estatisticas
  • Total de Mensagens: 18540
  • Total de Tópicos: 4197
  • Online Hoje: 147
  • Online Total: 996
  • (12 / Dez / 2019, 21:06)
Utilizadores Online
Membros: 0
Visitantes: 135
Total: 135
135 Visitantes, 0 Membros

Autor [EN] [ES] [IT] [DE] [FR] [NL] [RU] Tópico: Discurso de mau perdedor  (Lida 3671 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Discurso de mau perdedor
« em: 11 / Abr / 2012, 11:55 »
Discurso de mau perdedor

Até podia parecer o caso, mas não é. É mais sobre como podemos ser enganados pelas primeiras impressôes. E agora que as votaçôes já terminaram, já posso dar a minha opinião sobre os videos apresentados.

1ª situação:
Raramente vejo os videos que por aqui vão aparecendo. Não interessa entrar em detalhes, não os vejo e pronto. Mas para poder exercer o meu direito de voto na mostra de video do mês passado, lá os vi um a um. Um deles, logo no inicio, passou-me uma sensação, impressão: "Nem pensar, este não tem a minima hipotese, o meu voto este não leva de certeza!", pensei eu, mortinho que o mesmo chegasse ão fim para poder passar ão video seguinte.

Vi mais um, mais outro, mais outro... e um deles sobresaiu deles todos. Começou muito bem, mas trinta segundos depois já estava fácil de ver que os restantes 4 ou 5 minutos ia ser mais do mesmo. Aquilo era um cliché igual a todos os cinco milhôes de videos iguais que se pode encontrar na net. Existia ali uma oportunidade de fazer diferente, uma edição diferente, marcar a diferença, mas no fundo não passava de mais uma especie de slide show com uma música de fundo.

A minha decisão foi tomada logo ali. Apesar de ter planos bons, uma boa imagem, todo o conceito e edição deixou muito a desejar. E então fui confrontado com aquilo que me parecia impossivel: o video que inicialmente pensava que não tinha hipoteses nenhumas, foi o que acabou por levar o meu voto.

Técnicamente deixa muito a desejar, vê-se que é uma "produção" caseira, actores amadores se assim se pode dizer... mas avaliando tudo - história, planos, gravação, edição, FX, audio - avaliando tudo, foi o que mereceu o meu voto. Apesar de todo o amadorismo, que é visivel e fácil para mim compreender e aceitar, existiu ali vontade de criar algo diferente, de fazer algo, e isso o torna, perante os meus olhos, superior ão outro que é técnicamente superior. Mas video não é só técnica, é também imaginação e sensaçôes. Um transmitiu, o outro não.

2ª situação:
Em conversa ão telefone com um amigo, diz-me ele: "Tú foste mesmo votar no teu. Não acredito!"
Não acredita ele, nem acredito eu. Não interessa se considero o meu video melhor ou pior que os outros videos presentes a "concurso", mas achei que não devia votar no meu. Não sinto necessidade de provar seja o que fôr, pelo que não o fiz. Mas pelo facto do meu video ter obtido um voto, fácil se tornou para esse meu colega partir do principio de que o voto tinha partido da minha parte. E se ele o pensou, outros de certeza também pensaram o mesmo.

Por acaso até sei de quem partiu o voto, o User teve a amabilidade de me enviar uma mensagem privada a justificar a decisão dele. Devo dizer que fiquei surpreso pela actitude e pelos motivos invocados pelo mesmo, e apesar de na altura não lhe ter respondido - por razôes fáceis de ver e compreender -  não pude deixar de ter ficado contente. Creio que todos nós gostamos de receber um "louvor", quando temos a percepção de que o sentimento é verdadeiro. Este fórum e os seus Users, no meio de tanta falta de participação e de indiferença,  por vezes ainda têm a capacidade de me surpreender pela positiva.

Mas se por um lado fiquei contente por um voto, por outro lado fiquei aborrecido. É que isto de outros pensarem e de tirarem conclusôes precipitadas, faz com que sejamos julgados e condenados por algo que não corresponde à verdade. E se a justiça tem mão pesada - dizem - mais pesada ela se torna quando é baseáda em falsos pressupostos. Com a "derrota" posso eu bem, tenho é dificuldades em lidar com os julgamentos de "rua".

Conclusão:
Julgar sem estar na posse de todos os factos não devia ser a norma. Mas para muitos é. Tira-se conclusôes muito apressadas e isso não favorece nenhuma das partes. Por outro lado, temos tendência a dar valor às imagens bonitas, e esquecemos por completo tudo o que lhe deu origem. Somos mais rápidos a premiar os clichés da vida, apesar de serem cópias imutáveis de uma série de trabalhos, do que a premiar e a reconhecer valor nos imprevisiveis e naturais desvios da vida. O trabalho em video devia ser avaliádo pela soma do conjunto, e não por uma parcela da equação. Pois se é certo e sabido que uma imagem vale por mil palavras,  também é certo e sabido que nem todas as imagens valem pelas primeiras impressôes que transmitem.

Podia ser este um discurso de mau perdedor, mas não é. É mais o desabafo de alguém que tenta ver um pouco mais além. Que tenta ver para além das aparências. Boas.
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

Offline Filipe Araújo

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 736
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #1 em: 11 / Abr / 2012, 13:31 »
  Boas José Costa,

 Não considero o seu discurso de perdedor, nem tão pouco creio que cada um votar em si seja algo eticamente errado, desde que, acredite que o seu trabalho é realmente o melhor. Se há coisa que nunca pus em causa neste fórum, é a sua honestidade intelectual.

 Na parte que me toca, apesar de não ter participado com nenhum vídeo, vi os trabalhos sujeitos a escrutínio e votei com consciência e respeito que os autores e este espaço merecem.

 Não participei, porque tenho vários trabalhos profissionais atrasados, e sentir-me ia mal por colocar algo pessoal a frente, e tão pouco queria participar só por participar.

 Entre aqueles que estavam a votos, pessoalmente, fiquei bastante dividido, entre votar no seu vídeo, porque traduz aquilo a que se pretende, dar a conhecer uma notícia, ou no vídeo vencedor. Sabendo que votamos no vídeo premiando o autor de sua autoria, creio que devemos olhar a plenitude da intervenção do mesmo.

  O produto final do vídeo vencedor, pareceu-me ser o resultado de:
 Um processo e uma metodologia disciplinada com estudo antecipado de todos os planos, entendimento e domínio de técnicas de time-lapse, intervenção por vários fins-de-tarde e noites para a criação de poucos planos, utilização de ferramentas físicas como slider motorizado e domínio do mesmo, edição de video, edição em after effects, conhecimento de tilt-shift, bom gosto na escolha de lettering, utilização de uma música de autora portuguesa, ainda que em inglês (parece-me também acertada esta opção, já que o mesmo possa vir a ter alguma projeção). Como se não fosse suficiente, creio que é um trabalho muito homogéneo, em toda a sua plenitude.

 Quanto, ao aspecto do vídeo ser mais um no lote da net com a mesma linguagem, e recentemente tivemos aqui um excelente exemplo do Mário Rui, gostaria de dizer o seguinte: na curta vida que tive na faculdade aprendi que, um dos melhores processos de aprendizagem é  a imitação, ou seja, pega-se numa boa obra de um autor, recria-se a mesma, adaptando a uma nova realidade. Para isso é obrigatório aprender e dominar as técnicas necessárias, melhorando assim as capacidades dos alunos. Quando esta abordagem é feita com muita frequência, permite dotar aqueles que se submetem de novas ferramentas que associadas a sua gene e meio, permitem novos produtos de autor.
 Creio que o autor do vídeo vencedor fez isso, e para mim, passou com distinção, e também por isso deve ser premiado.

 Estes foram os argumentos por que votei no vídeo vencedor, recusando o deslumbre imediato que ele cria. Já agora, aproveitando a oportunidade, acabei por não votar no seu, que não tendo criticas a apontar, mas sabendo que se trata de um peça televisiva passou com certeza por várias mãos, não sabendo ao certo qual a parte que lhe toca. Deduzo que tenha filmado.

Assim, o volume de tempo investido e entrega pessoal, parece-me diferente, razão porque na indecisão achei que deveria premiar o vídeo vencedor.
 
 Filipe Araújo.
« Última modificação: 11 / Abr / 2012, 13:33 por Filipe Araújo »

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #2 em: 11 / Abr / 2012, 18:21 »
Boas.
Citado: "sabendo que se trata de um peça televisiva passou com certeza por várias mãos"

Quatro mãos: duas minhas e duas da moça que fez a locução. Sem contar com os lábios da mesma.  :tongue: Boas.
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

Offline Filipe Araújo

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 736
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #3 em: 11 / Abr / 2012, 18:28 »
 Boas,

 a edição da peça foi feita por si, bem como o genérico?

 Sempre pensei que as edições fossem feitas nas próprias instalações de tv em equipas multi-disciplinares.

 Filipe Araújo.
« Última modificação: 11 / Abr / 2012, 18:36 por Filipe Araújo »

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #4 em: 11 / Abr / 2012, 23:05 »
Boas.
Existe a "produção" interna e a externa. Boas.
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

Offline AC

  • Sup. Téc. Fórum
  • *
  • Mensagens: 2,289
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #5 em: 13 / Abr / 2012, 01:21 »
José Costa, a intenção destes desafios video, é principalmente o tentar desinibir muitos dos membros que com maior ou menor tecnica, criatividade ou meios, mas certamente com muita paixão produzem alguns trabalhos na área do video.
Li muito atentamente o seu post, não vejo nele nada a apontar, apenas espero que não contribua para a inibição de futuras e novas participações.

Precisamos urgentemente de aumentar a dinamica e participação neste fórum. Acredito que isso passa por uma maior abertura a gente nova, não necessáriamente e unicamente profissional.
Os anos que já por aqui andamos, tem sido uma lição. Como me referiu em tempos um nosso membro, os "prós" embora tambem a eles recorram, são os que menos precisam de fóruns, pois ou já têm formação ou têm outros meios de acesso a ela.
Facilmente se entende que é mais corajoso publicar aqui um trabalho do que fazê-lo no Youtube, Vimeo ou similares, onde não se têm de sujeitar a nenhum escrutinio ou critica, pelo que a atitude de o fazer já é de si louvável.

Quem ler com atenção o seu post, não verá nas suas palavras, e até na atitude e votação (conforme referido) nada contrario a este sentido. Talvez um pouco duras relativamente a um trabalho, mas isso é um direito de opinião, já rebatido, não pelo próprio, mas por outro, e isso é sinal de sã e livre troca de ideias e opiniões. 

O que realmente gostaria era de ver mais videos a serem expostos.
A quem não quer ver, nem a mais intensa luz ilumina!

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #6 em: 13 / Abr / 2012, 16:14 »
Boas.
Mensagem recebida e entendida.

E para que não fiquem dúvidas em alguns Users, o objectivo do meu post não teve como intenção criticar ou enaltecer esta ou aquela votação, tão e só simplesmente, de forma honesta e aberta da minha parte, dar a conhecer a minha opinião sobre todo o processo, da forma como eu o vejo ou vi. Bem sei que não foi isto que foi dito, mas se não podemos comentar honestamente o que aqui se passa e se vê, mais vale mesmo ver os videos do youtube.

"O verdadeiro aprendiz não receia as criticas, antes as aceita e tenta aprender com elas." by José Costa. Já dizia Thomas Edison: "A nossa maior fraqueza está em desistir. O caminho mais certo de vencer é tentar mais uma vez."

Mensagem recebida e entendida. OK. Cambio. Boas.
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

Offline Francisco

  • Regular
  • *
  • Mensagens: 42
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #7 em: 25 / Abr / 2012, 00:40 »
Eu dei o meu melhor para o concurso. Fiquei em segundo e não estou nada desiludido. Partilho da opinião do Jose Costa em relação ao vídeo vencedor, mas se a maioria o aprovou não tenho mais nada senão desejar os parabéns e felicitar o autor.

Quanto ao meu filme, já agora deixo um auto comentário.

Quanto à história... teve de deixar a desejar - não tinha grandes possibilidades de juntar mais personagens para actuarem o que limita imenso as possibilidades.
Quanto à gravação e filmagem: Os principais erros que me ocorrem são mesmo por ter falta de material decente. A camara usada é a camara tipica de turista para tirar fotos de grupo e etc. Tentei fazer o melhor que pude com o pouco que tinha. Mesmo assim deixei escapar alguns takes que podia ter refeito melhor uma vez que nem sempre via como eles ficaram na totalidade, além de que acaba por ser um tanto enganador ve-los pelo lcd da camara.

Em termos de edição: não acho que tenha ficado muito mal. Como também queria entrar noutros dois concursos e já estava em cima do prazo limite (além de que já andava a gastar muito tempo e tinha outros trabalhos para acabar).

Originalmente até ia postar este e outros vídeos num tópico à parte, mas como surgiu o Desafio mensal, quis aproveitar, o objectivo era ter um feedback construtivo de forma a ir aprendendo fazendo.

Offline AC

  • Sup. Téc. Fórum
  • *
  • Mensagens: 2,289
Re: Discurso de mau perdedor
« Responder #8 em: 25 / Abr / 2012, 03:33 »
Originalmente até ia postar este e outros vídeos num tópico à parte, mas como surgiu o Desafio mensal, quis aproveitar, o objectivo era ter um feedback construtivo de forma a ir aprendendo fazendo.

Francisco
Independentemente da publicação no Desafio Video Mensal, podes sempre tambem publica-lo na secção de videos do pessoal. Crias um topico novo, tipo "Videos do Francisco" e vais publicando os teus trabalhos e dessa forma é mais fácil eventualmente ires recebendo algum feedback.

Só não permiti feedbacks aos trabalhos no topico dos Desafios Mensais, para deixar aquilo mais organizado e fácil de visualizar os videos, sem uma serie de post's à mistura.
A quem não quer ver, nem a mais intensa luz ilumina!