www.grupeer.com

Olá, Visitante. Por favor Entre ou registe-se se ainda não for membro.
Perdeu o seu e-mail de activação?
25 / Jun / 2019, 02:56

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão


www.grupeer.com



Membros
Estatisticas
  • Total de Mensagens: 18113
  • Total de Tópicos: 3943
  • Online Hoje: 164
  • Online Total: 346
  • (09 / Mai / 2019, 12:25)
Utilizadores Online
Membros: 0
Visitantes: 165
Total: 165
165 Visitantes, 0 Membros

Autor [EN] [ES] [IT] [DE] [FR] [NL] [RU] Tópico: O fabuloso palco de luz da Eurovisão 2013  (Lida 2172 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline AC

  • Sup. Téc. Fórum
  • *
  • Mensagens: 2,289
O fabuloso palco de luz da Eurovisão 2013
« em: 10 / Jul / 2013, 20:31 »
Tal como acontece todos os anos, o festival da canção da eurovisão voltou a ser o palco para a mais impressionante demonstração de tecnologia do espectáculo. O designer de iluminação Fredrik Jönsson assinou o projecto do impressionante palco de Malmö, o maior evento de televisão em directo a nível mundial fora da categoria de desporto. O impressionante sistema de iluminação do Eurovision Song Contest (ESC) 2013 foi fornecido pela empresa Starlight, a maior empresa de aluguer de meios técnicos da Suécia, em colaboração com a gigante alemã PRG, respondendo às solicitações da produção da estação de televisão pública sueca SVT.
 Diga-se de passagem que as empresas suecas têm estado sempre envolvidas em múltiplos aspectos da produção técnica do ESC 2013 nos últimos anos e estavam de certa forma a “jogar em casa” este ano, razão porque se esperava realmente a mais espectacular produção técnica.
 Mas nada nos havia preparado para o imenso “festival” de luz, cor e vídeo que foi o festival deste ano na Malmö Arena na Suécia, onde 11.000 pessoas tiveram a possibilidade de assistir ao vivo e 120 milhões de pessoas assistiam pela televisão.
 O evento transmitido pela SVT teve uma equipa de produção a trabalhar sob direcção de Martin Österdahl como produtor executivo e Christer Björkman como director de cena. O director técnico voltou a ser Ola Melzig que trabalhou no projecto de palco com Fredrik Jönsson e Emma Landare, sendo o desenho cenográfico da autoria de Viktor Brattström e Frida Arvidsson, com os sistemas de vídeo a cargo de Mikki Kunttu. A equipa técnica de iluminação, rigging e áudio para o espectáculo envolveu mais de 250 pessoas.
 Para traduzir o tema “We Are One” da edição 57 do festival, o iluminador Fredrik Jönsson queria um efeito poderoso, num palco de 220 metros quadrados, totalmente envolvido por vídeo e luz, criando uma enorme variedade de atmosferas e texturas para ilustrar o desfile de canções mas sobretudo para fazer variar o ambiente da Arena de Malmö.
 Eliminando a abordagem dos LED Walls e chão de LED que fez a história do palco do festival nos últimos 8 anos, Fredrik Jönsson optou por uma imensa parede de projecção de vídeo com uma imensa estrutura de truss totalmente motorizada, carregada com milhares de projectores de diferentes tipos.
 A marca italiana Clay Paky foi a dominante neste domínio, com o festival da Eurovisão de 2013 a estabelecer mesmo o recorde para o maior número de projectores Sharpy usados num mesmo palco. Estes pequenos sistemas motorizados extremamente eficientes que fazem a sensação actualmente na indústria de espectáculo, criavam a impressionante “malha de feixes”, criada por 200 spotlights Sharpy e 75 unidades do novo Sharpy Wash, com uma lâmpada de 330 W, capaz de gerar o efeito luminoso equivalente a uma lâmpada de 1000 watts. Além disso, o palco do ESC 2013 contou com 50 unidades das novas barras Clay Paky Glow Up Strip 100, 50 cabeças motorizadas Alpha beam 1500, 50 x Alpha Profile 1500, 129 x Alpha Spot HPE 1500, 40 x Alpha Spot QWO 800, 58 dos novos projectores LED motorizados A.leda Wash K10 e 49 x A.leda Wash K5.
 Outra marca de iluminação a destacar-se no palco do festival de 2013 foi a SGM que forneceu 52 unidades dos seus impressionantes strobes de LED, X-5, juntamente com 82 unidades dos seus blinders LED SixPack SP-6. Nalguns momentos, os iluminadores pensaram em “brincar” com os strobes e os blinders de LED todos ao mesmo tempo e quase deitaram ao chão toda a gente que estava no palco... Mesmo assim, os strobes brancos extremamente intensos da SGM foram responsáveis por criar várias apoteoses no final das canções, ajudando de certa forma a destacar alguns dos melhores classificados...
 O palco foi valorizado ainda com vários sistemas motorizados da Vari*Lite e 48 originais “lanternas” iluminadas que subiam e desciam sobre a audiência, cobrindo toda a Arena, desenhadas pela empresa Tait Technologies (a mesma que fez os sistemas LED das bancadas nas cerimónias dos Jogos Olímpicos de Londres). Estas lanternas LED estavam a ser controladas por uma consola grandMA2 light dedicada, juntamente com 14 cilindros iluminados pelo interior com sistemas LED, também da Tait, suspensos directamente sobre o palco.
 Toda a iluminação e imagem em palco era controlada através de 12 consolas grandMA2 mais 4 sistemas MA onPC Command Wing, usando um total de 24 500 canais de controlo. Os operadores de iluminação foram Calle Brattberg, Timo Kauristo, Pontus Lagerbielke e Danne Persson.
 Quatro das consolas grandMA2 estavam a controlar apenas iluminação (com quatro em backup) e três estavam a fazer vídeo (uma de backup), reproduzindo os conteúdos armazenados em 22 servidores, ligados em rede MA-Net2 para alimentar 28 projectores Barco HDQ-2K40 que, este ano, garantiram os efeitos de imagem por detrás e ao lado dos artistas.
 A superfície de projecção obrigava a um “mapeamento” de 94 milhões de pixels, utilizando 16 camadas de imagem nos servidores.
 Como o vencedor do festival deste ano (onde Portugal, escandalosamente, não esteve presente) foi a Dinamarca, podemos esperar algo ainda mais impressionante para 2014. Como? Não sabemos.

Autoria: João Martins
Fonte: Revista Produção Audio ( Som e Iluminação Profissional)
A quem não quer ver, nem a mais intensa luz ilumina!

Offline José Costa

  • Veterano
  • *****
  • Mensagens: 3,822
Re: O fabuloso palco de luz da Eurovisão 2013
« Responder #1 em: 11 / Jul / 2013, 00:53 »
Boas.
Tempos atrás encontrei este artigo, que serve como complemento ão atrás transcrito. Para quem adora estas "coisas"... porque o saber não ocupa lugar. Boas.
O profissional inovador não segue a multidão. Ele tem lucidez para remar contra a maré e não se importa em ser taxado como "um estranho no ninho". - Luiz Roberto Carnier

PortugalVideo - Fórum

Re: O fabuloso palco de luz da Eurovisão 2013
« Responder #1 em: 11 / Jul / 2013, 00:53 »
www.grupeer.com


Offline AC

  • Sup. Téc. Fórum
  • *
  • Mensagens: 2,289
Re: O fabuloso palco de luz da Eurovisão 2013
« Responder #2 em: 11 / Jul / 2013, 02:58 »
José Costa, obrigado por complementar a informação.

Efectivamente o Euro Festival da Canção, especialmente nestes últimos anos tem vindo a ser cada vez mais um exposição, com demonstração numa situação real, das novidades e inovações em equipamentos para a arte do espectáculo desenvolvidos pelos maiores fabricantes do ramo.
Um negócio... como quase tudo hoje em dia.
A quem não quer ver, nem a mais intensa luz ilumina!

PortugalVideo - Fórum

Re: O fabuloso palco de luz da Eurovisão 2013
« Responder #2 em: 11 / Jul / 2013, 02:58 »
www.grupeer.com


 

www.grupeer.com